Breçário, Creche, Pre-Escolar e 1º Ciclo - Pinhal Novo

Ficha Técnica

Licenciamento - Arranjos Exteriores
Local: Pinhal Novo
Ano: 2009-2010
Área de Intervenção: 2040 m²


O projecto em causa destina-se à integração de um edifício escolar, que cobre as faixas etárias dos 0 aos 3, dos 3 aos 6 anos e dos 6 aos 10, integrando assim as componentes de Berçário, Jardim-de-infância e Primeiro Ciclo do Ensino Básico.

Esta proposta, cuja natureza assenta num carácter educativo, pedagógico e recreativo, tem por objectivo o reforço a componente cultural, social e lúdica do espaço em questão, o que será reflectido na atitude projectiva. O recinto exterior da escola deverá assim, constituir um local privilegiado para o convívio entre os seus alunos, espaços de descontracção, de descanso e brincadeira, mas também de aprendizagem, que possam ser vividos como espaços estimulantes e integradores.

Para isso foram definidas diferentes áreas de espaços alternativos e multifuncionais, interligados entre si, possibilitando uma utilização livre e segura do espaço, assim como a conjunção de actividades distintas e simultâneas.

Nesta perspectiva, tendo em conta que o espaço exterior se encontra intimamente ligado ao edifício, e que os seus utilizadores terão tendência a relacionar funções e usos, o projecto de exteriores deverá reflectir o contexto urbano em que se insere, garantindo a unidade paisagística de toda a Escola.

Desta forma, a proposta para as diversas zonas de recreio activo e/ou passivo procura constituir um sistema em equilíbrio, passando a concretização deste objectivo pela optimização dos recursos existentes e pela definição de estratégias de controlo adequadas.

A concepção do espaço exterior da escola tomou por princípios a necessidade de integração harmoniosa das zonas estadia (refeições, descanso), com os equipamentos recreativos (parques infantis) e pedagógicos (horto), criando zonas verdes de enquadramento paisagístico, bem como zonas pavimentadas de circulação, adaptadas aos fluxos previstos para este tipo de espaço.

Para além disto, pretende-se com este projecto atingir de forma significativa uma elevada qualidade estética e ambiental de toda a zona envolvente, inserida numa filosofia base, de desenvolvimento de estruturas e equipamentos de apoio à população do Pinhal Novo (Aceiro das Sapateiras, Venda do Alcaide).

Em termos funcionais procurou-se uma estruturação espacial que atendesse por um lado, à natureza, direcção e intensidade dos fluxos pedonais previstos, e por outro, à vivência do espaço, no sentido de o dotar de uma estrutura funcional apoiada por equipamentos necessários à existência de condições favoráveis ao conforto e necessidades dos seus utilizadores.

A relação de todos estes factores conduz a um esquema de distribuição de áreas com diferentes funções, provocando nos utentes sensações e percepções humanas diversificadas.

Voltar ao Topo