Novo Parque da Cidade na Quinta do Chinco: Trabalhos de Conceção para o Parque Urbano Temático da Carapalha

Ficha Técnica

Concurso de Concepção (2º lugar)
Cliente: Câmara Municipal de Castelo Branco
Local: Castelo Branco
Ano: 2012
Área: 32 000 m²
Orçamento: 2 000 000 €

O projecto teve como objectivo principal a criação de um Parque temático sobre as tradições rurais da Beira-Interior, que permitisse recuperar a ligação entre o homem e o meio natural daquela região.

Pretendeu-se criar aqui um pólo lúdico com uma forte componente educativa nas áreas do ambiente, agricultura e cultura etnográfica, capaz de atrair pessoas da população local mas também visitantes, estudantes e turistas de outras regiões.

O Parque foi pensado como um espaço que integra duas grandes valências, uma de carácter pedagógico/ formativo (ligado à sua temática) e a outra de carácter recreativo. Nesse sentido, foi proposta a criação de espaços temáticos (quinta pedagógica) e zonas de estadia e de passagem, com áreas de recreio, zona de ateliers/oficinas, espaço expositivo, esplanadas associadas a serviços de cafetaria e equipamentos diversos que possibilitem a estadia prolongada, o recreio, o convívio, o lazer e a prática de actividades de manutenção pela população adulta, assegurando sempre a ligação ao meio rural e sustentabilidade de todo o conjunto (quer do ponto de vista económico, quer do ponto de vista ambiental).

Para além das funções humanas existem ainda, subjacentes ao desenho e programas do Parque, as funções ambientais, energética e ecológicas (conservação da biodiversidade).

Mais do que reproduzir ambiências ou práticas rurais típicas da região, o Parque recorre a técnicas e soluções ancestrais apropriadas às preocupações contemporâneas (económicas, ecológicas e energéticas).

Voltar ao Topo